terça-feira, 13 de novembro de 2012

Jogo da Velha com figuras geométricas



No dia 05 de outubro de 2012, 10 alunos do Ensino Fundamental na Escola Estadual Sebastião de Oliveira Rocha participaram de uma atividade que tinha como objetivo desenvolver o raciocínio lógico e que foi conduzido pelas pibidianas Aline e Milenna.
O jogo consiste em um tabuleiro 4x4 e as regras são semelhantes a um jogo da velha tradicional. Neste geométrico, jogam dois participantes por rodada, e cada um recebe um kit com 8 peças de mesma cor, confeccionadas em E.V.A , e cada duas com o mesmo formato, diferindo somente no tamanho. Por exemplo, as peças que foram utilizadas:



Inicialmente, antes do jogo começar, devem ser feitas perguntas aos jogadores à respeito dos polígonos que formam as peças. Então, depois de estipulado quem começará o jogo, o primeiro jogador escolhe uma das oito peças e coloca em uma das 16 casas disponíveis.   O objetivo do jogo é acumular pontos. O jogador ganha 1 ponto se colocar uma última peça na diagonal, horizontal e vertical, obtendo :
·         Todas as peças da mesma cor
·         Todas as peças do mesmo polígono
·         Todas as peças do mesmo tamanho
·         Todas as peças diferentes
Assim, o intuito do jogo é acumular a maior quantidade de pontos, bloqueando as jogadas que acarretarão em pontuação ao adversário. Além disso, é importante que ao final de cada jogada, o aluno seja questionado se conseguiu fazer ponto ou não, estimulando seu raciocínio a cada ação feita, e identificando sob quais condições ele conseguiu adquirir tal pontuação.
No início, os alunos apresentaram umas dificuldades em conseguir assimilar as regras do jogo e estabelecer estratégias para que a vitória fosse alcançada. No entanto, com o passar das jogadas, os alunos conseguiram entender o funcionamento do jogo e puderam aplicar na prática.
Talvez por se tratar de um jogo que visa um único ganhador no final, apresentando um ar de competição, os alunos jogaram mais de uma vez sem errar nas regras. Em alguns momentos, quando questionados se seu último ato acarretou em pontuação para eles, os alunos acabavam não identificando que conseguiram pontos, não observando atentamente o tabuleiro.  





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário